NOTÍCIAS

24 de julho de 2014 - Campos - RJ arte e cultura ciência esportes economia o mundo campos

Brasil bate China e se mantém vivo por vaga no vôlei

inserido em 3/08/2012 às 08:13:00

Equipe contabiliza agora duas vitórias e duas derrotas | Crédito por Ivan Alvarado/Reuters LONDRES - Após amargar duas derrotas seguidas, a seleção brasileira feminina de vôlei sofreu muito, mas reagiu nesta sexta-feira ao vencer a China por 3 sets a 2, com parciais de 25/16, 20/25, 25/18, 28/30 e 15/10, e aumentou as suas chances de classificação para as quartas de final da Olimpíada de Londres. Veja também: Irreconhecíveis, meninas do vôlei buscam último suspiro nos Jogos Vôlei feminino admite apatia em quadra e vê necessidade de mudar Ivan Alvarado/ReutersEquipe contabiliza agora duas vitórias e duas derrotas Agora, a equipe comandada pelo técnico José Roberto Guimarães agora contabiliza duas vitórias e duas derrotas e chegou aos quatro pontos no Grupo B e ficou empatada com a Turquia, que nesta sexta encara a Coreia do Sul. Já o outro jogo da chave nesta sexta reunirá os Estados Unidos, líder com nove pontos, diante da Sérvia, que ainda não pontuou. Os quatro primeiros colocados de cada chave avançam às quartas de final, sendo que o Brasil defende a condição de atual campeão olímpico, após ter triunfado nos Jogos de Pequim com uma vitória sobre as norte-americanas na decisão. Antes de bater as chinesas, a seleção brasileira vinha de derrotas para Estados Unidos (3 a 1) e Coreia do Sul (3 a 0). Agora, em busca de uma vaga nas quartas, o time nacional fechará a primeira fase do torneio olímpico contra a Sérvia, no próximo domingo, às 18 horas (horário de Brasília). O JOGO - Pressionada a buscar a vitória para aumentar as suas chances de classificação às quartas de final da Olimpíada, a seleção brasileira começou o jogo de forma arrasadora e já foi para a primeira parada técnica com vantagem de 8 a 4 após um ataque de Jaqueline. E, após esse bom início, o Brasil começou a ampliar ainda mais a sua vantagem. Em um passagem de Dani Lins pelo saque, a equipe nacional fez três pontos seguidos e abriu 13 a 6, sendo que foi para a segunda parada técnica liderando por 16 a 8. E, com tranquilidade, as brasileiras administraram a larga diferença e fecharam em 25 a 16 em um ataque de Thaisa. A partir do segundo set, porém, as chinesas reagiram e as duas seleções foram alternando pontos no placar até o 11 a 11, antes de o time oriental abrir 14 a 11 em uma passagem de Jinling Chu pelo saque. As brasileiras ainda empataram o set em 19 a 19 após um bloqueio de Jaqueline, mas as chinesas voltaram a deslanchar na reta final da parcial e, com um bloqueio de Chunlei Zeng, ganharam por 25 a 20. O terceiro set, assim como o segundo, foi marcado pelo equilíbrio, mas o Brasil começou melhor e conseguiu ir para a primeira parada técnica em vantagem de 8 a 5 após dois pontos de ataque de Sheilla. As chinesas, entretanto, voltaram a reagir e foram para o segundo tempo técnico ganhando por 16 a 15, após um ponto de Chunlei Zeng. A partir dali, porém, as brasileiras iniciaram uma sequência fulminante e viraram para 20 a 16 após dois pontos seguidos de Jaqueline, um de bloqueio e outro de ataque. E foi na passagem da ponteira pelo saque que o Brasil acabou liquidando a parcial em 25 a 18 após um erro de Yunli Xu. As brasileiras foram para o quarto set confiantes e na primeira parada técnica lideravam por 8 a 6 após dois pontos de Thaisa, sendo o último deles de bloqueio. E foi em uma passagem de Thaisa pelo saque que o Brasil abriu 13 a 9 e começou a se distanciar das rivais no placar. E a equipe nacional administrou o placar até fazer 18 a 15, quando as chinesas esboçaram uma reação e chegaram a ficar um ponto atrás (18 a 17) após um erro de Sheilla. No final do set, o Brasil chegou a 23 a 20 em um ataque de Fernandinha. E, após novo ataque, agora com Fabiana, a equipe abriu 24 a 21. Porém, o jogo que parecia ganho naquele momento se transformou em sofrimento para as brasileiras. Primeiro elas perderam match point em ataque de Sheilla, que parou no bloqueio duplo, antes de desperdiçarem nova chance de ganhar o set após o ataque chinês explorar o bloqueio brasileiro. E a pressão mudou de lado após a Chinar ter o seu primeiro set point, salvo em ataque de Jaqueline (25 a 25), mas Xu voltou a colocar as chinesas na frente. E, em um ataque de Sheilla, o Brasil salvou novo set point, antes de fazer o mesmo mais duas vezes quando as chinesas tinham nova chance de fechar a parcial quando lideravam em 27 a 26 e 28 a 27. E o martírio brasileiro terminou mal no set quando dois erros custaram a derrota na parcial. Primeiro Fabiana foi levantar uma bola e deixou a mesma escapar por entre os seus dedos, obrigando a arbitragem a assinalar a condução. E, em seguida, Jinling Chu fechou o set no saque depois de um erro de recepção da mesma Fabiana. Abalado emocionalmente, o time brasileiro foi para o tie-break muito pressionado e, após ver a China abrir dois pontos de vantagem, empatou em 6 a 6 após ataque de Sheilla e virou o placar em bela largadinha de Fernanda Garay. E, com uma passagem de Fernandinha pelo saque, as brasileiras deslancharam e abriram 10 a 6 após um bloqueio de Fabiana e um erro da chinesa Hui. A partir dali, o Brasil soube administrar a sua vantagem e, após um bloqueio de Thaisa e outro de Fernandinha, fechou o confronto em 15 a 10. Notícias relacionadas: França vence e poderá pegar Brasil no futebol feminino Julião Neto perde e está eliminado do boxe em Londres Brasil vence, mas depende de outros no vôlei feminino Seleção de vôlei dispara contra críticos após vitória Brasileiras do tênis de mesa destacam aprendizado

AE - Agência Estado

Veja esta notícia na página original

GERAL

Estrela da ópera é demitida por comen...

ESPORTES

Levir comemora primeiro título no Gal...

ARTE E CULTURA

Foursquare descontinua check-ins e fo...

CIÊNCIA

Areia melhora baterias de lítio em tr...

Serviço de comunicação multimídia prestado pela empresa IMA TELECOM LTDA, nos termos da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997,
Lei Geral de Telecomunicações - LGT, pelo TERMO DE AUTORIZAÇÃO, Ato n.º 2.660/2010.

Rua Salvador Corrêa 139 - Centro - Campos dos Goytacazes - RJ Tel.: (22) 2726-2736 - Suporte Técnico (22) 2726-2726 - Administrativo