NOTÍCIAS

02 de setembro de 2014 - Campos - RJ arte e cultura ciência esportes economia o mundo campos

EUA impõem sanções contra a petrolífera estatal da Síria

inserido em 10/08/2012 às 13:42:00

Estados Unidos sancionam empresa há décadas | Crédito por NYT WASHINGTON - Os Estados Unidos impuseram nesta sexta-feira, 10, sanções contra a companhia petrolífera da Síria, a Sytrol, por negociar com o Irã. A medida é uma tentativa de retirar receitas tanto de Damasco quanto de Teerã. "Esse tipo de comércio permite que o Irã continue a desenvolver armas nucleares enquanto provê o governo sírio com recursos para oprimir sua própria população", disse em comunicado o Departamento de Estado dos EUA.NYTEstados Unidos sancionam empresa há décadas Veja também:Rebeldes sírios voltam a enfrentar o Exército em bairro estratégico de AlepoRebeldes sírios afirmam que perderam controle de bairro em Alepo CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOKO porta-voz do Departamento de Estado, Patrick Ventrell, disse que as penalidades contra a Sytrol acontecem após ela ter entregado o equivalente a US$ 36 milhões em gasolina para o Irã em abril. Ao mesmo tempo, Teerã está "ajudando forças de segurança e milícias apoiadas pelo regime que estão cometendo horrorosas violações de direitos humanos contra o povo sírio." No entanto, a medida não mudará muito a situação. Décadas de sanções dos EUA contra a Síria impediram o comércio de energia entre os dois países. A Sytrol exportava principalmente para a União Europeia, mas o bloco declarou embargo contra o petróleo do país no ano passado. Ventrell disse que o apoio do Irã ao regime de Assad, incluindo envio de equipamentos para monitorar a atividade de oposicionistas na internet, é "completamente injustificável". Ele disse que o Irã teme perder seu único aliado no Oriente Médio. Hezbollah A administração do presidente Barack Obama também anunciou sanções contra o Hezbollah por apoiar o governo do presidente Bashar Assad. A ação é apenas simbólica, já que Washington já designa o grupo militante libanês como uma organização terrorista. O Departamento do Tesouro condenou o treinamento, conselho e apoio logístico fornecido pelo Hezbollah ao regime de Assad. As sanções proíbem que norte-americanos façam negócios com o grupo e bloqueia seus ativos nos Estados Unidos. Essas regras estão valendo desde os anos 90, quando Washington declarou o Hezbollah como uma organização terrorista internacional. As informações são da Associated Press e Dow Jones.

AE - Agência Estado

Veja esta notícia na página original

GERAL

Começa o recadastramento de jazigos e...

ESPORTES

Na Copa do Brasil, Vasco pega ABC por...

ARTE E CULTURA

Mostra com entrada gratuita aborda di...

CIÊNCIA

Demonstrada conversão de luz em movim...

Serviço de comunicação multimídia prestado pela empresa IMA TELECOM LTDA, nos termos da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997,
Lei Geral de Telecomunicações - LGT, pelo TERMO DE AUTORIZAÇÃO, Ato n.º 2.660/2010.

Rua Salvador Corrêa 139 - Centro - Campos dos Goytacazes - RJ Tel.: (22) 2726-2736 - Suporte Técnico (22) 2726-2726 - Administrativo